ShakeUp Power 100

terça-feira, 3 de abril de 2007

Grão de Bico no combate à depressão

O consumo grão-de-bico, que no Oriente Médio são muito usados para fazer uma pasta chamada "homus", produz sensação de bem-estar e até de felicidade, segundo um estudo de pesquisadores israelenses.




Os que consomem o prato não conseguem explicar o estado de bem-estar gerado pelo "homus", mas agora sabe-se por que, disse o arqueólogo Abi Gofer, que participou da pesquisa junto com outros três cientistas.




A causa dessa sensação é que contém um aminoácido conhecido como triptofeno, que, em grande quantidade, produz serotonina, substância responsável pela sensação de bem-estar.




Um prato de "homus" satisfaz amplamente o apetite e ajuda a dormir, disse Gofer, acrescentando que, no caso das mulheres, "contribui para a ovulação e para que fiquem grávidas com maior rapidez".




O grão-de-bico, alimento que gera bilhões de dólares nos países onde é amplamente consumido, "é comparável ao trigo" devido a sua importância alimentar, com um lugar na história "que se remonta a 10.000 anos", disse.A equipe de pesquisadores incluiu o doutor Zohar Kerem, especialista em alimentação; o botânico Simja Lev Idon e o chefe do curso de genética da Universidade Hebraica de Jerusalém, Shajal Abo.
Os cientistas chegaram à conclusão de que o grão-de-bico cultivado, ao contrário do selvagem, contém mais serotonina.




Os produtores que escolheram e cultivam a espécie mais conhecida não fizeram isso por simples casualidade, embora não entendessem cientificamente por que a ingestão produzia bem-estar e uma sensação de calma.




O mesmo aminoácido do grão-de-bico que causa a segregação da serotonina é o usado pela farmacologia moderna para produzir o popular antidepressivo Prozac.




Em geral, israelenses e árabes costumam comer "homus" diariamente, junto com pão árabe e uma pasta preparada com sementes de gergelim.




O professor Gofer disse que o preço e as vendas do grão-de-bico no mercado poderiam multiplicar-se em bilhões de dólares se fossem enriquecidos por meio da moderna genética vegetal.




Entre os grandes consumidores do grão-de-bico, além dos povos do Oriente Médio, estão a Índia e a Austrália.

Powered by Qumana

1 comentários:

manoel borges disse...

Gostei de saber que o grão de bico pode trazer alegria. Como homus que eu mesmo faço, diáriamente, como entrada para o almoço. Aprendi com um "turco" amigo, há mais de 40 anos. Acho minha receita deliciosa e saudavel. Acho também que estou "curando" uma leucemia, com a ajuda do grão de bico, que é o alimento mais forte que consimo comer, já que não me alimento mais de produtos animais. Só não estou satisfeito com o preço. Creio que é pela pouca produção no Brasil. Um abraço.

Postar um comentário

Agradeço muito seu comentário, porém comentários ofensivos, ou em CAIXA ALTA, ou escritos em miguxês, ou ainda em internetês serão deletados.

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons