ShakeUp Power 100

quinta-feira, 3 de abril de 2008

A dúvida ainda é enorme sobre a TV Digital



A dúvida ainda é enorme

sobre a TV Digital

As pessoas estão confundindo tudo.

Não troque o seu celular agora.


Muitas dúvidas, muita confusão, muita indignação e até muita gente se aproveitando da situação para enganar o público na ânsia de apenas vender, vender, vender e faturar.

Cuidado!!! Atenção para mais estes esclarecimentos, instruções e sugestões que passo aqui aos meus amigos.


Começamos por reafirmar aquilo que dissemos, várias vezes, nos e-mails anteriores: Nem toda tv digital, necessariamente, é tv de alta resolução, ou seja, HDTV.

O Palio, o Corsa e o Gol 1000 são carros, a BMW também é carro. Não é justo que você pague para ter uma BMW e receba um carro popular, só porque manifestou o desejo de comprar um carro.

Todo cuidado é pouco!

Estamos na época de maior volume de vendas, época natalina, e a ordem do mercado é vender e vender, com metas estabelecidas para gerentes de lojas e vendedores, sem maiores compromissos com ética, moral e preocupação com o consumidor.

A HDTV, "High Definition Television", ou TV de alta resolução, é alguma coisa simplesmente fantástica e você precisa saber tudo e mais algumas coisas sobre ela, para não se deixar enganar.

Vamos a algumas explicações importantes:

TV de Plasma ou LCD?

Você sabe o que é isto?

De repente você entra numa grande loja e se depara com um montão de televisores ligados, lindos e maravilhosos, não mais aqueles televisores antigos com aqueles fundos enormes. Você vê um televisor com esta cara:









Pronto. Você vê, acha fantástico e quer comprar logo. Ouve falar em Plasma e LCD mas não tem a menor idéia do que seja isto. O vendedor, por sua vez, vai querer lhe empurrar aquilo que a loja tem mais em estoque, aquilo que talvez seja algum "refugo" ou algo que possibilita, a ele, uma melhor comissão. Tem o aspecto, também, de alguns fabricantes que oferecem um "por fora" para que os vendedores indiquem os seus produtos, principalmente quando encalhados.

Mas você não vai comprar um equipamento para agradar ao vendedor, vai comprar o que é melhor para você.

É por isto que eu vou dar as explicações das diferenças entre uma e outra tecnologia, para a sua melhor informação.



Existem vantagens e desvantagens de um lado e de outro, mas se me perguntarem: "Qual tipo você compraria pra você, Alamar?" eu respondo que compraria o LCD e não o Plasma.

Mas, já que não é interessante que você tome decisão somente baseado na minha opinião pessoal, é importante que sabia os porquês:

O TV de Plasma gasta bem mais energia elétrica que o LCD e a duração dele é bem menor que a do LCD. Em média, um TV de plasma vai durar de 5 a 6 anos, enquanto um LCD durará de 8 a 10 anos em sua casa.

Tem outro aspecto a considerar: O plasma costuma marcar a tela com determinadas imagens que permanecem muito tempo estáticas. Deixe eu explicar o que é isto:

Quando você assiste a programação da Globo, por exemplo, nota que o logotipo dela fica exposto na tela, durante a programação, o tempo todo. Fica ali meio discreto, mas fica. O mesmo acontece com a Record, Band, SBT e quase todos os canais.

Pois bem: No plasma, a tendência é aquele logotipo ficar marcado ali naquele cantinho. Consta que nos modelos mais novos este problema foi resolvido, só que há determinadas marcas, famosas, que já pararam de fabricar televisores em plasma.

Conforme você sabe, a nossa televisão continuará, ainda, por alguns anos, produzindo programas no formato 4x3, ou seja naquele formato quase quadrado (nem tão retangular assim) dos nossos televisores convencionais. Quando você compra um televisor moderno destes, no formato 16x9, ou seja, o formato de cinema (bem retangular), para ver esta programação normal, que é no formato 4x3 conhecido de todos nós, terá duas opções: Escolher no controle remoto se quer o canal ajustado à tela inteira ou se quer vê-lo no formato como está indo ao ao ar, que é o 3x4.

Se escolher a tela inteira a imagem vai simplesmente alargar-se, as pessoas vão ficar mais gordas e tudo vai ficar mais esticado para os lados. Eu, particularmente, não aceito ver televisão desse jeito.

Mas se escolher o formato normal, o que vai acontecer:

O televisor vai ficar com duas colunas PRETAS em cada lado, porque a imagem ficará exposta no meio.

Agora veja o grande problema: No plasma a tendência é o centro do televisor se desgastar mais, a luminosidade, brilho e contraste vão ficando mais fracos ao longo do tempo e você verá uma imagem não muito interessante, quando tiver que assistir a um DVD, ou mesmo o HDTV, com as partes laterais com mais brilho e luminosidade que o centro que já estará "mais gasto".

No LCD isto acontece também, mas a incidência é incomparavelmente menor que no plasma.

Tem outro detalhe: O televisor plasma esquenta bem mais que o LCD. Quando você vê um filme numa sala fechada, porque quer escurecer o ambiente, a diferença é notável.

Um teste que você deve fazer na loja:

O televisor de plasma tem a vantagem de que o telespectador pode ver a imagem, igual, de qualquer lugar da sua sala, não apenas de frente. Em alguns televisores de LCD as pessoas, quando sentam nas pontas do sofá, não verão o mesmo brilho que vê aquela que senta bem de frente.

Por causa disto, quando for à loja, na hora de escolher, não se conforme em ficar olhando apenas de frente, vá para o lado, fique na diagonal e olhe para a imagem. Os modernos LCDs corrigem este problema, mas ainda há alguns modelos mais antigos que permanecem com ele.

Em síntese: eu sugiro que você compre um LCD, que é o chamado cristal líquido, o custo benefício é incomparavelmente melhor.

Não vá no papo do vendedor!!!!


HDTV ou simples melhora de imagem?


Você precisa decidir o que quer: apenas melhorar a imagem da televisão que tem em casa ou entrar logo neste universo do HDTV?

Eu, se for comprar um televisor hoje, que não é barato, não vou conformar-me em apenas melhorar a minha imagem em casa.

Vou querer comprar um televisor que me atenda no HDTV e quero exigir ver as 1080 linhas do HDTV!!!

É aí que corre o perigo.

Quando olhamos para a imagem de um televisor desses numa loja, geralmente ficamos encantados. Já que os gerentes e vendedores não são bobos, em princípio procuram colocar um excelente DVD para tocar, não no que diz respeito ao conteúdo, mas na imagem em si, às gravação em si, belas paisagens, imagens lindas do Rio de Janeiro, Nova York, Paris, lindas montanhas... etc...

Aí a gente acha bonito, mesmo que a resolução seja de 480 linhas, que é a televisão convencional, porque não tem fantasmas, a imagem é bem gravada porque utilizou-se de câmeras excelentes e o televisor é novo.

Agora, imagine quando lhe mostram uma imagem com 720 linhas, que é 50% a mais da qualidade de uma de 480, ainda mais quando gravada com excelentes câmeras, exibida a partir de um excelente DVD. A diferença será de 240 linhas a mais.

Você achará a coisa mais linda do mundo. Eu também.

Só que o HDTV é de 1080 linhas, ou seja, 600 linhas a mais e não apenas 240. Em comparação ao de 720 linhas, ele tem 360 linhas a mais que o de 720, que já achamos maravilhoso.

Se comprarmos um televisor que nos proporcione assistir a 720 linhas, ótimo, muito bom; mas se for 1080 linhas é bem melhor.

Então perguntemos: Por que nos conformar com 720 linhas se podemos ter 1080, sem que o preço seja maior?

Por isto temos que dizer ao nosso presidente e a todos que estão fazendo esta propaganda enorme aí sobre esta televisão que instalaram no Brasil, que realmente é uma beleza, mas... Eu não quero apenas melhorar a minha imagem de tv, eu quero o verdadeiro HDTV.

O entrelaçado e o progressivo -

1080i e 1080p


Que diabo é isto, Alamar???

Eu quero evitar linguagem técnica aqui, porque o meu universo de leitores não entende, obviamente, desta "coisa televisiva" e não tem porque complicar.

Nessa coisa de número de linhas de um televisor ou monitor de computador, tem uma tecnologia que forma a imagem "entrelaçada" a que leva a letra "i", e a outra que forma a imagem "progressiva", que leva a letra "p".

Quando você compra um televisor, o seu manual de instruções vem dizendo se ele é 1080i (que é o entrelaçado) ou 1080p, que é o progressivo. Tem também o de 720i e o de 720p.

Não vale a pena aqui ficar explicando tecnicamente o que é isto e nem como um e outro funciona, o que acho que devo dizer é que o progressivo é muito melhor, ou seja, aquele que tem o "p" ao lado do número de linhas. Na hora de comprar, já sabe, prefira o progressivo, que tem 1080p. Se você encontrar numa loja dois aparelhos que têm os dois sistemas, peça para o vendedor mostrar um e outro que você verá a notável diferença.

O ideal é que seja assim: 1080p por 1920 pontos por linha.


O SET-UP BOX


É a tal caixinha tão falada, que você deve comprar para ligar no seu televisor comum.

Em princípio, volto a falar o que eu disse no meu primeiro e-mail sobre este assunto: É mentirosa esta propaganda que andam fazendo por aí, iludindo as pessoas com a promessa de que se comprarem uma caixinha destas elas vão poder ver a televisão de alta resolução, ou HDTV, no televisor que já têm em casa.

Conversa fiada, esse milagre não existe. A caixinha vai deixar, sim, a imagem da TV digital chegar ao seu televisor comum, mas a qualidade não será nunca superior a 480 linhas porque o televisor foi fabricado só para 480 linhas e não tem milagre. Melhora um pouquinho a imagem, sim, mas nada de alta resolução.

Você espremeria uma laranja, apenas uma, em um litro de água, passaria aquele suco ralo por um equipamento qualquer e conseguiria transformar todo aquele litro de líquido em suco de laranja puro e consistente, como se fossem várias laranjas espremidas? Não tem como.

Se o que você quer ver é a imagem em alta resolução, compraria esse tal set-up box pra quê? Só pra dar uma melhoradazinha? não vale a pena.

O televisor só mostrará o HDTV se ele já tiver sido fabricado pronto para receber 1080 linhas, repito. Se for fabricado só para 720, não passará disto.

Muitos televisores vêm indicando que trabalham com 480, 720i, 720p, 1080i e 1080p. Estes são os bons.

Mas ainda tem outros alertas aqui!!!

Fique sabendo que para o set-up box funcionar, mandando a imagem para o televisor, será necessário um cabo para fazer esta ligação. É como se você ligasse o velho vídeo cassete ou o DVD no seu televisor; não teria que ter aquele cabo que você liga um no outro? pois é, é assim.

Se o televisor é comum, não tem entrada HDMI, que é a entrada digital, você vai ter que usar a analógica mesmo, com aqueles pluguezinhos do tipo que todos conhecemos, iguaizinhos aos que ligávamos o nosso velho vídeo cassete.

Mas vamos que você já tenha comprado um televisor, de plasma ou LCD, que tenha a bendita entrada HDMI.

Pronto, é lá que você vai ligar o cabo.

Mas sabe quanto é que está custando um cabo HDMI deste, em média, em São Paulo?

Me disse o meu amigo Padre Gennaro, que ele comprou um cabo na Rua Santa Ifigênia, em São Paulo, por 70 reais, mas tem muita gente vendendo na faixa dos 300 reais, só o cabo!!! Cuidado. É roubo mesmo.

Este cabo não tem nada que custar tanto, só que muitos comerciantes não tem vergonha na cara e se aproveitam para explorar o povo, quando levado por algum tipo de empolgação e, sobretudo, no estado de ignorância ou pouca informação sobre o assunto.

Temos informação de que o set-up box da Phllips já vem com o cabo e mais uma anteninha interna para o seu televisor, mas em compensação, consta que custa mais de mil reais.

Afinal de contas, o lançamento foi
sucesso em São Paulo?


Embora eu esteja torcendo pelo HDTV, quero vê-lo funcionar bem o mais rápido possível, sou também de televisão porque esta é minha praia, tenho que dizer que, pelos relatos vistos pela grande São Paulo, o lançamento deixou a desejar. Foi uma frustração para muita gente.

O que houve? incompetência dos engenheiros das emissoras de televisão?

Não, nada disto. Muito pelo contrário, o empenho é total por parte de todas as redes, a empolgação é grande e todo mundo quer acertar. O que acontece é que trata-se de uma experiência nova, ninguém nunca fez isto no Brasil, a experiência foi em São Paulo, uma das regiões mais complicadas do mundo em termos de radiodifusão, tamanho o congestionamento do espectro (inúmeras ondas de rádio freqüência) em sua área. São Paulo tem rádio e televisão demais, tem celular demais, tem comunicação de tráfego aéreo demais, rádios de viaturas policiais demais... enfim, é uma localidade complicada.

Queiram ou não as autoridades, mas as primeiras pessoas que adquiram estes equipamentos estão na condição de cobaias. É chato dizer isto, mas é a realidade.



Teve muita gente que viu a imagem assim, como você está vendo nesta foto aí ao lado esquerdo.

Outros viram igual esta que está ao lado direito.

Mas vai melhorar, com certeza.


Os técnicos das emissoras e os fabricantes dos transmissores estão fazendo os ajustes para que tudo fique bem. Não é motivo pra ninguém achar que não deu certo o HDTV no Brasil. Vai dar certo, sim.

Outro alerta a moradores da Grande São Paulo

Tem muitos camelôs vendendo antenas "milagrosas" por toda São Paulo, prometendo que vai fazer a sua TV digital ficar uma beleza. Eu vi vários deles pelas proximidades da Rua Santa Ifigênia, vi dezenas em cima do viaduto, onde há camelô vendendo de tudo. NÃO VÁ NA ONDA, porque nada daquilo presta. Fizeram umas montagens grosseiras com antenas comuns, botaram uns fios dourados para impressionar, envolveram num plástico e estão enganando muitos trouxas. CUIDADO.

Outro cuidado que todo mundo deve ter,

ATENÇÃO!!!!

Uma amiga me disse que o filho dela está vindo dos Estados Unidos, voltar a morar no Brasil, e está trazendo um lindo televisor para ela, que já é HDTV. Ela pergunta se vai funcionar aqui no Brasil.

Não vai funcionar não.

Tem gente que já está se mobilizando para comprar no Paraguai, contratando os serviços dos muambeiros, mandar buscar na Europa, etc... Vai dar zebra.

Todos devem saber que o sistema de HDTV instalado no Brasil é o sistema japonês, que é diferente do americano e do europeu.

Quando a televisão colorida entrou no Brasil, algumas pessoas trouxeram televisores dos Estados Unidos, crentes de que funcionariam coloridas por aqui e não funcionaram. É que o sistema de cores americano é o NTSC e o do Brasil é o PAL-M. Funcionavam, sim, mas ficava tudo preto e branco.

Algo semelhante acontece com o HDTV.


Vamos responder a algumas perguntas


Sobre a entrada HDMI


Alamar, você disse no outro e-mail que o televisor autenticamente HDTV, que vem de fábrica como HDTV, não precisa de set-up box nenhum. Eu comprei um televisor deste, o meu já é HDTV, porque está escrito na frente dele e no manual, é também 1080 linhas. Mas ele tem a tal entrada HDMI, para ligar o set-up box.

Se ele já é HDTV, precisaria daquela entrada pra quê?

De fato, um televisor fabricado para HDTV já trás embutido o equipamento que faz o que o set-up box faz. Aquela entrada HDMI não é só para ligar set-up box, ela existe ali para você ligar DVDs, computadores e outros equipamentos que podem mandar imagens para o seu televisor, do mesmo jeito que os televisores antigos tinham aquelas entradas de vídeo composto, S-vídeo etc. Hoje já existe o Blue Ray, que é um novo tipo de DVD de alta resolução, que liga por HDMI.

Veja o email que o amigo Padre Gennaro me mandou:


Desculpe amigo, mas eu comprei um cabo HDMI numa loja da Sta. Ifigênia por volta de 70,00 (setenta reais).

Eu tenho uma TV de plasma que tem cabo DVI, e você se esqueceu disso no seu discurso.

Como eu tenho um Gravador de DVD da LG que tem saída HDMI e tem resoluções de saída de 480, 720 e 1080 i. Portanto comprei um cabo de um lado HDMI e de outro DVI e ligo na minha TV e no DVD da LG com resolução 1080i e tenho imagem digital.

Minha TV tem resolução de 1920 x 1620 ok.....

Abraços Gennaro


Aproveitando a sugestão do padre Gennaro, informo que existe também a conexão tipo DVI, que é também digital, é também de alta resolução, muito encontrada nos computadores e também em equipamentos de DVDs, conforme ele cita. Veja os manuais dos seus equipamentos. Se tiver esse tipo de entrada/saída, compre um cabo, como ele comprou, que tenha um conector DVI de um lado e um HTMI do outro.

HDTV pela parabólica

Eu tenho um receptor de satélite digital em minha casa. Estou tentando ver a Band e a Rede TV, que já estão transmitindo em HDTV, mas não consigo. O que devo fazer, tenho que trocar a antena, LNB ou fazer algum ajuste especial?

Lembre que nem todo receptor digital necessariamente é HDTV. É necessário ter um novo receptor, próprio para HDTV e, tudo indica, você talvez terá que trocar o LNB da sua antena. Digo isto porque desses 20 milhões de parabólicas do Brasil, que está pensando que já vai ver HDTV, a gigantesca maioria, creio que mais de 90%, além de possuir receptor analógico, que nada tem a ver, ainda tem o que é pior: LNB simples, ou seja, não é LNBF.

Nem os que possuem receptores digitais vão conseguir ver, já que a base é de receptores DVB-S.

Não existe, ainda, receptores de satélite para HDTV a venda no Brasil, nem importado e muito menos fabricado aqui. Faço a mesma recomendação que fiz com respeito a importação de um televisor no padrão americano ou europeu. Se alguém quiser trazer de fora, para ver apenas a Rede TV e a Bandeirantes que estão com alguns programas e não toda a programação em HDTV, que procure um do sistema japonês.

Consta que as diretorias da Bandeirantes e Rede TV estão em parceria com fabricantes, para que eles fabriquem receptores de satélites aqui e que já teremos na praça um modelo, logo em janeiro, ao preço de 400 reais. Acredito, sim, na disposição das duas redes de televisão para isto, só não acredito que a ganância dos fabricantes, principalmente de um famoso que existe por aí, vá querer vender um produto deste por apenas 400 reais, diante de tamanha empolgação da população. Eles querem é ganhar MUITOOOOO, o máximo possível.

Agora, o que acho uma tremenda enganação é essa insistência em continuarem a dizer que os 20 milhões de usuários de parabólicas já podem ver a HDTV. Parece brincadeira. De fato, podem, desde que importem equipamentos, paguem os absurdos impostos e mandem instalar; do mesmo jeito que qualquer brasileiro pode ter BMW, desde que compre uma.

Assinantes da SKY, NET, TVA, etc...

Eu ouvi dizer que a SKY já está transmitindo digital. Eu, como assinante, já posso ver o HDTV adquirindo um televisor HDTV?

Eu insisto em pedir para que as pessoas entendam que nem toda TV digital é necessariamente HDTV.

O SKY sempre transmitiu tv digital, a NET e a TVA também. Só que o SKY via satélite e as outras via cabos.

Primeiro vamos falar do SKY.

Ela hoje transmite, via satélite, no formato chamado MPEG-2 para menos de 2 milhões de pessoas que possuem em casa receptores do tipo DVB-S. O sistema HDTV, via terrestre, é transmitido no sistema MPEG-4, acredita-se que nas transmissões via satélite assim será também. Pelo menos a Band e a Rede TV estão transmitindo em DVB-S2 e só poderá ser recebido por usuários que adquirirem um novo receptor DVB-S2.

A NET e TVA, também, possuem quase 2 milhões de assinantes, transmitem, pelo cabo ou pelo MMDS, no formato MPEG2, para pessoas que possuem em casa receptores preparados para este sistema.

Você acredita que essas operadoras, cuja proposta de serviço é oferecer dezenas de canais, sabendo que só existem uns 4 ou 5 canais em HDTV, mesmo assim transmitindo alguns programas das suas programações e não todos, investirão tão alto, inclusive na produção de milhões de equipamentos, para trocarem no País inteiro, sabendo que a maioria dos seus canais continuará a fazer, durante muito tempo, programas no formato de TV convencional, ou seja, nas 480 linhas?

Não posso afirmar, mas posso achar que talvez esta possibilidade demore um pouco mais.

A interação com a programação da TV

Eu comprei um televisor SONY, muito bom, para ver o HDTV. Ouvi dizer que o telespectador vai poder interagir com a programação da televisão. Explique como isto funciona e se já vamos poder utilizar desse recurso.

De fato, a proposta da tecnologia do HDTV, além de oferecer imagem e som de alta qualidade é também proporcionar ao telespectador interagir com a programação ao vivo, na hora que ela está no ar.

Isto quer dizer o seguinte:

Faz de conta que está havendo um programa, ao vivo, onde estão discutindo a questão do aborto, quando entrevistam uma pessoa que é contra e outra que é a favor do assassinato do bebê no ventre materno. Aí a pessoa, que é contra, começa a dizer que a maioria da população é contra mas a pessoa, que é a favor, afirma que não, que a população é a favor...

Com a interação, o apresentador poderá pedir ao público telespectador para que se manifeste, naquele exato momento, exibindo uma telinha no vídeo com duas opções do tipo Contra ou a Favor, ou com várias opções, do tipo "só em caso de estupro", etc...

Com o seu controle remoto, sem se levantar do sofá, o telespectador vai poder manifestar a sua opinião e o programa terá o resultado da votação, não apenas por amostragem, como é o caso das pesquisas de opiniões, mas ouvindo as opiniões de milhões de pessoas, que terá um peso e uma credibilidade incomparavelmente maior.

Vocês já imaginaram se tivesse isto na Venezuela, agora, nesta votação que o Chaves convocou e perdeu?

Pois é. Para isto funcionar, é necessário que os televisores, ou os set-up box, estejam ligados à internet e que as emissoras já estejam fazendo programas para interagirem com o telespectador.

Imaginemos, também, como vai ficar a cara de determinados políticos, quando estiverem dando alguma entrevista ou falando alguma coisa e de repente receberem uma manifestação de repúdio de milhões de brasileiros, ao vivo.

Não poderão dizer que é intriga da oposição ou que é manifestação de apenas uma meia dúzia de elementos da "elite" e coisas parecidas.

NÃO COMPRE E NEM TROQUE O SEU
CELULAR AGORA!!

Você poderá ver HDTV no seu celular

Época de final de ano, todo mundo quer trocar um monte de coisas, inclusive o celular, atendendo a apelação da gigantesca propaganda que é feita no setor.

Você entra numa loja, acha lindo aquele modelo novo, encontra "facilidade" na proposta de pagar em 10 vezes sem juros no cartão ou no cheque pré e compra.

Sugiro não fazer isto agora, espere um pouco.

As lojas vão querer queimar todos os seus estoques agora em dezembro, mas logo no início do ano tudo indica que começarão a aparecer no mercado os aparelhos que permitem assistir a TV Digital, que são simplesmente espetaculares.

Eu já vi HDTV num celular, na última Feira de Televisão Broadcast, que participo todos os anos, ocorrida no Centro de Convenções Imigrantes em agosto deste ano. A Linear e a Telavo estavam fazendo transmissões experimentais de HDTV lá. (Mas eu falo em HDTV nas proporções de uma telinha de celular).

A qualidade é algo impressionante e não tem nada a ver com essas imagens, de péssima resolução, que a gente grava nos telefones que têm câmeras. Apesar da telinha pequena, porque é de um celular, mas a nitidez e a perfeição é total. O som, nem se fala.

O primeiro passo para isto já está dado, que foi a inauguração do HDTV no Brasil, no modelo japonês que permite isto.

Os usuários poderão ver as novelas, os jornalísticos e outros programas, tranqüilamente, nas salas de esperas ou até no sanitário, em qualidade de primeira.

Mas estamos diante de um perigo no Brasil, ainda referente a TV digital no celular!

Consta que as operadoras de celulares estão querendo tarifar esse tipo de serviço que, tecnologicamente, não é para ser tarifado, porque esse tipo de aparelho recebe a TV como um receptor de rádio portátil ou mesmo uma televisão portátil. Não ocupa banda da operadora, não é ligação de telefone, não é tráfego de dados pelo sistema de operadora, não consome absolutamente nada da operadora, portanto não tem porque ela cobrar coisa nenhuma.

Todavia vivemos em um país de muita gente sem vergonha e muitos políticos $afado$, não nos surpreendamos se esse "direito" for concedido às operadoras, do mesmo jeito que os deputados aprovaram, a favor da Febraban (os bancos, que fazem o que querem no País) uma lei de interesse deles que cerceia o sagrado direito de defesa do cidadão, previsto na Constituição.

Temos todos que ficar de "ôio" bem aberto, cobrando.

O Ministro Hélio Costa, por exemplo, está reagindo energicamente a esta idéia, já denunciou na televisão este desejo mercenário das operadoras, ele não quer admitir, mas não decidirá sozinho. É óbvio que já estão tentando usar a força dos deputados que, realmente, são os que decidem. Todo mundo conhece o nível moral do nosso Congresso, não é?

Em síntese, vale a pena deixar para trocar o celular depois.

CELULAR DESBLOQUEADO

Esta dica é interessante. Se você for comprar um celular novo, exija um que seja DESBLOQUEADO.

O que é isto?

Quando você compra um aparelho diretamente em uma determinada operada, ele vêm com um chip dentro, bloqueando o aparelho para que você use somente aquela operadora. Obviamente eles querem o cliente só pra eles. Você tem um telefone da TIM e não pode usar um chip da Claro, da Vivo etc...

Se o aparelho é desbloqueado, você pode usar da TIM, da OI, da Claro, da Vivo e de qualquer outra. É bem melhor, você fica a vontade, conforme as promoções apresentadas por cada uma em épocas diferentes e não se prende a ninguém.

Você pode comprar um aparelho desbloqueado ou pode mandar DESBLOQUEAR o que você já tem, que significa apenas retirar o tal chip. Tem muita gente que faz isto, em São Paulo estão cobrando na faixa de 15 reais.

Por hoje é só, o e-mail tá grande demais.

Abraços a todos.
Alamar Régis Carvalho
Analista de Sistemas e Escritor
www.redelivros.net
ORKUT "alamarregis"

0 comentários:

Postar um comentário

Agradeço muito seu comentário, porém comentários ofensivos, ou em CAIXA ALTA, ou escritos em miguxês, ou ainda em internetês serão deletados.

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons