ShakeUp Power 100

sexta-feira, 23 de março de 2007

Revisão do PIB não muda nota do Brasil

No outro texto publicado em 21/03 com o título 'Mágica: nosso PIB está 10,9% maior' , fiz um comentário dizendo que não avançamos quase nada rumo ao crescimento, apesar de todo o discurso e da propaganda enganosa do governo petista.
A matéria abaixo confirma minha avaliação.
(Os grifos são meus)
GermanoCWB

Revisão do PIB não muda nota do Brasil


Agência Estado [23/03/2007]


Rio - A agência de classificação de risco Standard & Poor’s não vai melhorar a nota (rating) do Brasil em função da revisão do PIB, que foi ampliado em 10,9% em relação ao número da metodologia anterior. “Definitivamente não. A mudança nas taxas não é suficiente para mudar o rating”, disse a analista Helena Hessel, da S&P em Nova York.

Ela acha que há uma “excitação excessiva no Brasil com isso”. Explicou que a análise feita pela S&P “não é mecânica”. “Números são só números. Nós os usamos, mas olhamos tudo qualitativamente. Vemos as razões por trás dos números”. Por isso mesmo, informou, a mera redução do porcentual do superávit primário em relação ao tamanho da economia devido ao aumento do PIB “não é um motivo de preocupação”.

De acordo com a analista, mesmo com a revisão, a expansão da economia brasileira “não é exatamente um grande crescimento”. Helena disse que o aumento com a revisão metodológica da pesquisa ficou parcialmente associado à economia informal.

A analista observou que a alteração feita pelo IBGE nas contas nacionais revelou alguns indicadores melhores e outros piores do que antes. “Mas as mudanças não são dramáticas”, avaliou. Entre os que melhoraram está a dívida em relação ao PIB, que caiu.

Por outro lado, a taxa de investimento, calculada em 16,3% do PIB em 2005, o dado mais recente na nova metodologia, por enquanto, “é um nível muito baixo”. Ela lembra que as máquinas, equipamento e instalações sofrem depreciação, deterioram-se. De acordo com ela, o nível de investimento inferior a 25% do PIB apenas mantém o capital fixo, mas para que ele aumente é preciso um investimento maior. Outro indicador que piorou foi o de exportações em relação ao PIB, que também caiu, comentou.

0 comentários:

Postar um comentário

Agradeço muito seu comentário, porém comentários ofensivos, ou em CAIXA ALTA, ou escritos em miguxês, ou ainda em internetês serão deletados.

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons